12/08/2014

Aprendendo a cozinhar a bouillabaisse


Português/Français (en dessous)

Uma das melhores formas de prolongar uma viagem é sem dúvidas através das lembranças que trazemos pra casa, seja o registro fotográfico dos lugares visitados e dos momentos vividos, seja sob a forma de pequeno objetos comprados nos destinos : chaveiros, imãs de geladeira (meus preferidos). Tem também aqueles endereços preciosos onde experimentamos um prato local bem preparado, pois a gastronomia é parte importante de uma experiência de viagem e ajuda a criar vínculos sensoriais mais completos com os lugares por onde passamos. Mas nem sempre conseguimos reproduzir em casa, com exatidão, as receitas experimentadas nos restaurantes. Como prepara aquele prato especial e reviver os instantes mágicos da degustação durante as férias ?

10/08/2014

Verão viking: nosso roteiro de 18 dias pelo norte europeu


PORTUGUÊS/FRANÇAIS (en dessous)

Preciso fazer uma confissão: quando se trata de preparar roteiros de viagem e férias, "foco" não é meu ponto forte. Lembram da viagem de carro pra Itália na semana da Páscoa? Era pra ser uma ida às Cinque Terre e ponto, mas acabei incluindo Toscana, com Pisa, Lucca, Florença, Siena e San Gimignano no roteiro, e prolongando a estadia em cinco dias. Pois acho que agora bati meu recorde: a ideia era aproveitar a última semana que a Ryanair oferece voos pra Estocolmo e passar 4 dias na capital sueca no final do mês de agosto, pra incluir nas nossas viagens de 2014 a ida a pelo menos um país escandinavo, destino que Bernardo queria muito visitar este ano. Mas isso foi antes de eu abrir o mapa.

08/08/2014

Notas de um primeiro encontro com Florença


Tal qual uma noiva se prepara com zelo para a cerimônia de casamento, me preparei durante algumas semanas para esse encontro contigo. O nosso primeiro compromisso tinha lugar marcado e seria inadiável, e eu tratei de escolher cuidadosamente o lugar, temendo o risco de termos grande público conosco. Indiquei as coordenadas ao prático GPS, pra garantir que não me perderia no caminho, o que poderia atrapalhar um pouco o compromisso. Quando Lucca ficou pra trás, minhas preocupações se voltaram todas, exclusivamente, ao momento mágico que nos aguardava pouco mais de uma hora mais tarde.

06/08/2014

Rota do vinho na Provença: Châteauneuf du Pape


O mês é agosto. Um cortejo deixa o palácio na cidade de Avignon, e segue o curso do caudaloso rio Ródano em direção norte, onde o mais ilustre dos presentes irá ocupar seu lugar de honra no castelo estrategicamente construído no alto da colina, de onde tem-se vista privilegiada pro primeiro castelo. Ao aproximar-se do destino, o cortejo percorre cuidadosamente os vinhedos dispostos ao longo do caminho. O verão avança, o calor começa a conferir às uvas sua tonalidade avermelhada, indicando que em pouco mais de um mês a colheita vai começar. Estamos no século XIV, o papa Clemente VI ganha seus aposentos no castelo de veraneio no meio dos vinhedos. Bem-vindos à Châteauneuf-du-Pape.

28/07/2014

Una passeggiata a Lucca


Apenas 18km separam Pisa de Lucca, e o percurso ao longo da estradinha foi tranquilo, em meio a belas paisagens toscanas, jardins e casinhas de campo que transmitiam a calma que a região desperta em seus visitantes, e ainda um aqueduto no meio do caminho. Assim que a estradinha começa a subir a colina que separa Pisa e Lucca temos um belo panorama da cidade que deixamos, com seu conjunto arquitetônico famoso em destaque no horizonte: o céu limpo deixa a torre bem à mostra, junto à cúpula da catedral e do batistério. Mas eu só vi pelo retrovisor e muito rapidamente enquanto fazia a curva, e acabei por perder a oportunidade de parar no mirante pra fazer uma foto de Pisa no horizonte (por favor, não cometa o mesmo erro que eu, e pare no mirante).

26/07/2014

Primeira parada na Toscana: algumas horas em Pisa


Depois de passarmos três dias bastante esportivos percorrendo as trilhas de Cinque Terre, pegamos estrada novamente, e o destino foi a região vizinha, aquela cujo brilho e calor do sol colorem as colinas com tons de dourado que só mesmo por lá podem ser vistos: Toscana. Quando pensei o roteiro dessa viagem, que inicialmente seria até as Cinque Terre, não resisti ao ver a Toscana tão pertinho, mas tão pertinho mesmo do nosso destino "final". Bastou abrir o Google Maps pra desenhar o itinerário e ver que Pisa estava logo ali, bastava percorrer apenas uma horinha de carro.

21/07/2014

Saint-Saturnin-lès-Apt


Sempre que escolhemos um destino novo pra conhecer na região programo o GPS pra evitar autoestradas pois assim é garantia de que iremos encontrar belas paisagens e conhecer novos vilarejos pelo caminho. Assim, o trajeto em si vira uma atração à parte no nosso passeio, e por vezes temos que resistir às inúmeras paradas no caminho, caso contrário o destino final acaba deixado de lado porque o tempo fica curto. Desta vez, a surpresa apareceu no meio do caminho pra Sault: algumas rotatórias depois de Apt, um vilarejo medieval se desenhava no horizonte à nossa frente, e tudo indicava que iríamos atravessar o vilarejo pra continuar o itinerário. Foi assim que Saint-Saturnin-lès-Apt deixou de ser mais um vilarejo bonito no caminho e virou parada quando estávamos de volta pra casa.

17/07/2014

Rota da lavanda: Sault, capital mundial da lavanda


Dia desses fiz uma pequena enquete, no melhor estilo "qual a primeira palavra que te passa pela mente quando o assunto é Provença?" e a resposta foi unânime: lavanda. Geralmente nossas visitas aos campos de lavanda da região acontecem quando temos hóspedes em casa: foi assim que perdemos a conta das vezes que fomos ao plateau de Valensole, a maior superfície cultivada de lavanda da região. Mas este ano, nenhum hóspede programou pra nos visitar no verão, uma pena. Mas isso não nos impediu de conhecermos outros campos de lavanda, percorrendo itinerários diferentes da rota da lavanda, e foi assim que visitamos Bonnieux, em 29 de junho.