15 de set de 2010

Começa a mudança: Quarto

Assinamos o contrato do aluguel e o apartamento estaria disponivel pra mudarmos a partir de 01 de abril. Aproveitamos o fim de semana pra comprar o essencial pra tornar a casa habitável: colchão e cama eram prioridade, e já tinham sido pré-selecionados pelo site, assim como a maioria da mobília que integraria nossa casinha. Imprimimos nossa lista e fomos então à aventura das compras.

Fomos direto pra sessão de quartos e pedimos todos os itens da lista: o colchão, cômodas, cama e estrado. Pedimos pra entregar o colchão e as cômodas, desavisados que éramos, não sabíamos que poderímos alugar um caminhãozinho pra transportarmos nós mesmos os itens maiores, descobrimos depois que passamos pelo caixa e ficamos esperando a estrutura da cama e os estrados. O colchão demoraria mais de uma semana para ser entregue, o que adiaria nossa mudança, não dava pra dormir só no estrado...


Quando nosso número foi chamado pra retirar a mercadoria, nos deparamos com 5 caixas compridas, que continham as partes da cama e dos estrados. A aventura de verdade começou ali, porque colocar 5 caixas com mais ou menos dois metros de comprimento dentro de um Peugeot 207 era proeza pra MacGyver resolver com um chiclete e um pedaço de arame...

A loja estava quase fechando, então não existia a menor possibilidade de alugarmos o caminhãozinho pra trazer a tralha toda pra casa, a saída ficou então a cargo do Bernardo, que colocou todo seu senso de organização pra trabalhar, sob todo meu desespero de que não iria caber e que a gente ia dormir ali, no estacionamento...

Depois de abaixar banco aqui, empurrar caixa ali, ficar um pouco mais desesperada (quem me conhece consegue visualizar a cena do meu desespero), conseguimos colocar tudo dentro do carro, mas ficamos com espaço só pro motorista! E agora? Bernardo se encaixou no meio da tralha e voltei dirigindo, falando o tempo todo do meu desespero e do medo de sermos parados pela polícia e eu iria perder minha carteira, e não tinha nem quinze dias que a gente tinha chegado e já seríamos extraditados, e daí pra pior. A essa altura tenho certeza de que Bernardo não escutava nada além de « bla bla bla », mas eu falei até chegarmos em casa, o que aconteceu bem depois das dez horas da noite. Descarregamos todas as caixas no apartamento e fomos pra casa da Aline dormir, nos ocuparíamos da montagem no domingo de Páscoa, que aqui é comemorada na segunda feira, com um almoço em família e troca de chocolates.

Depois de tomar café da manhã, nos arrumamos e fomos nos ocupar da nossa casa, que eu já tinha limpado quando estava vazio assim que pegamos as chaves. Na véspera compramos cerveja e comida pro nosso almoço de domingo pascal, sem esquecer o chocolate, uma bela galinha de chocolate, que eu achei linda e diferente do ovo de chocolate.


Como mulheres não se ocupam de ferramentas, pelo menos quando tem homens por perto pra fazer isso, me ocupei de uma tarefa muito complicada e de difícil realização: colocar em funcionamento a máquina de lavar roupa pra higienizar nossas vestimentas. Em cinco minutos resolvi o problema, enquanto Bernardo abria sua cerveja, pegava o manual de instrução de montagem de cama e se ocupava da tarefa. Peguei uma caixa vazia, sentei num canto e fui fazer meu crochê.


Em pouco tempo a cama estava montada, a próxima tarefa era um pouco mais complicada: a montagem dos estrados. São dois, e realmente são chatos pra serem montados, muuuuuito chatos e irritaram bastante o Bernardo, mas ele cronometrou a montagem de cada um, que demorou mais ou menos uns trinta minutos, porque entre montar, colocar parafuso e encaixar ripa por ripa, putz, é muito chato. 

Depois de prontos os estrados, achamos que poderíamos coloca-los na cama, não fosse um detalhe: faltava uma barra de aço que fica no meio da cama e onde se apoiam os estrados, que descobrimos que o vendedor mandou entregar junto com o colchão... Bom, a missão estava cumprida, fizemos nossa primeira refeição na nossa primeira casinha, um belo sanduíche de salmão, salada e queijos fedorentos que foram consumidos sobre nossa mesa improvisada com todas as caixas disponíveis no apartamento...

4 comentários:

  1. Olá!!
    òtima ideia do blog!
    Aí é tudo muito lindo, né?

    Beijão!

    Karina, André e Julinha

    obs: esses dizeres em francês do blog em francês embolaram minha cabeça, hehehehe!

    ResponderExcluir
  2. Oiê!!! Já ri mt.... "proeza pra MacGyver resolver com um chiclete e um pedaço de arame... " me veio até a cena na cabeça...
    Hehehehe
    Bjinhos
    Leticia (Buiu)

    ResponderExcluir
  3. Nossa Leticia, hoje eu rio pra caramba disso tb, mas você precisava ver o nivel de desespero que eu tava!! Putz, coitado do Bernardo nesse dia viu!!

    ResponderExcluir
  4. Chiclete e arame no sentido figurado. Foi com uma garrafa de cerveja e um croissant... hehehehe.

    ResponderExcluir

Estarei de férias no período de 27/04/2017 a 12/05/2017, os comentários feitos nesse período podem demorar mais que o normal para serem respondidos.

Tem dúvidas, sugestões ou informações complementares? Este é seu espaço! Sua dúvida pode ser a de outros, e suas sugestões certamente ajudarão outros leitores!
Comentários sem relação ao post, links de propaganda ou conteúdo ofensivos não serão publicados.