2 de set de 2010

Destino: França!



Depois de uma longa espera, de longos meses de incerteza, de medos e planos «B», cá estamos, no Velho Continente, num país que é muito mais do que a nação dos queijos e gastronomia, mas um berço de história e cultura impressionantes.

Como desde o começo Bernardo tinha me prevenido, poderíamos vir de um dia pro outro, assim meio que de supetão, logo que saísse nosso visto, e foi bem assim que se passou. Depois de nove meses de confirmação de que o destino seria de fato a França, uma bela manhã ensolarada de um verão muito quente em Vila Velha, Bernardo liga, dizendo pra eu comprar as passagens pro Rio de Janeiro, porque já estávamos com horário marcado no consulado para dar entrada no pedido de visto. E foi assim, meio de súbito, que uma avalanche de sentimentos me invadiu, e a todos aqueles bem próximos de nós e que compartilharam conosco, durante todo o tempo de espera, os mesmos sentimentos. Foi de Vila Velha que comuniquei à minha mãe, em Belo Horizonte, que dali a uns dias iríamos de fato nos mudar, pra longe, pro outro lado do Atlântico.

Às vésperas do aniversário do meu sogro dei a notícia sobre nossa ida ao Rio e o vi expressar de forma comovente, mas deveras rara, o sentimento que sempre se esforçou pra esconder, a lágrima no canto do olho que teimou em brotar quando disse que os documentos estavam no consulado e que no dia seguinte ao seu aniversário iríamos ao Rio pra dar andamento ao processo.

E foi numa terça-feira nublada que aterrissamos no Santos Dumont e nos dirigimos direto ao consulado, onde esperamos cerca de meia hora pela abertura do atendimento ao publico, e resolvemos em igual meia hora o que fomos tratar ali. O resto do dia seria um passeio pela cidade maravilhosa, uma visita ao Cristo Redentor, com o coração aliviado porque finalmente nossa espera estava chegando ao fim.

Mas o turbilhão de sentimentos invadiu o coração e o pensamento, o Rio de Janeiro nunca foi tão lindo, mesmo nublado, mesmo com chuva, mesmo tendo visitado apenas o Cristo e adiantando a volta pra Vila Velha, era o começo da nossa despedida do Brasil...


Posted by Picasa

2 comentários:

  1. Ola Natalia meu nome eh Cinthia e estou em Aix en Provence a 1mes e vou morar por 2 anos, entao achei seu blog e amei. Com certeza a dificuldade com o idioma e o fato de nao conhecer ninguem eh ruim mas estou disposta a estudar muito e fazer amizades. As dicas são otimas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cinthia!

      Bienvenue!

      Realmente o comecinho é um pouco complicado com a barreira do idioma, mas aos poucos conseguimos superar essa barreira e muitas perspectivas se abrem. Tenha certeza de que a experiência é válida, e extremamente enriquecedora!

      Courage et bonne continuation !

      Excluir

Estarei de férias no período de 27/04/2017 a 12/05/2017, os comentários feitos nesse período podem demorar mais que o normal para serem respondidos.

Tem dúvidas, sugestões ou informações complementares? Este é seu espaço! Sua dúvida pode ser a de outros, e suas sugestões certamente ajudarão outros leitores!
Comentários sem relação ao post, links de propaganda ou conteúdo ofensivos não serão publicados.