14 de jan de 2014

Projeto #52livros, livro 12: As diabólicas


Este livro, escrito no século XIX, entrou há poucas semanas na lista e acabou passando na frente de outros títulos já escolhidos anteriormente. Isso graças à leitura envolvente feita por uma das animadoras do grupo de estudos psicanalítico do qual participo. O segundo momento da reunião é marcado por um estudo de texto literário, a partir do qual o tema discutido anteriormente pode ser ilustrado e discutido através dos conceitos destacados. Pois bem. A leitura de um parágrafo me foi suficiente para chegar em casa e baixar a obra no Kindle - viva o domínio público e a extensa lista de obras gratuitas disponível.


Jules Amédée Barbey d'Aurevilly foi um escritor do século XIX, e sua coletânea de crônicas entitulada "As diabólicas" gerou certo desconforto na época da publicação, em 1874, e lhe valeu o rótulo de "imoral" e alguns célebres rivais, como Victor  Hugo e Flaubert. Querelas de moral e estilo à parte, a narrativa do autor é interessante, e a forma como ele disseca as ações dos personagens mostra um em detalhes a arte da manipulação para atingir objetivos, nada que seja muito desconhecido nos tempos atuais. O que mais gostei foi o estilo de narrativa do autor, rica em detalhes sem ser cansativa, e a forma como ele representa a complexidade dos personagens através das situações abordadas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estarei de férias no período de 27/04/2017 a 12/05/2017, os comentários feitos nesse período podem demorar mais que o normal para serem respondidos.

Tem dúvidas, sugestões ou informações complementares? Este é seu espaço! Sua dúvida pode ser a de outros, e suas sugestões certamente ajudarão outros leitores!
Comentários sem relação ao post, links de propaganda ou conteúdo ofensivos não serão publicados.