8 de mar de 2014

Pão integral com sementes de girassol e papoula



Girassois e papoulas são duas flores que me agradam muito quando começam a colorir a paisagem na Provença. Primeiro vem as papoulas, tingindo de vermelho os campos de trigo, tímidas no ínicio, abusadas em seguida, chegam a formar um tapete carmim nos belos campos que vemos às margens das estradas, o que geralmente acontece em meados de maio. Em junho e julho é a vez dos campos se colorirem de amarelo com os imensos girassois tão bem representados por Van Gogh. E o desejo de ver essas duas flores nos campos foi tão grande que chegou à mesa em forma de um pão de fácil realização - dispensa batedeira ou máquina de pão - e sem tempo de descanso, degustação apressadinha garantida!



Papoulas nos campos, França, junho de 2013
Campo de girassol, França, julho de 2013

A receita é da minha mais recente aquisição em termos de literatura culinária - ou o que acontece quando entro com fome numa livraria. O livrinho em questão é "Végératien Débutant", da Louise Pickford (ed.Marabout), e traz 200 receitas vegetarianas pra inspirar e variar bastante o cardápio. Fiz algumas adaptações: substitui o leitelho indicado na receita por leite desnatado (porque simplesmente esqueci de comprar), e com isso precisei aumentar a quantidade de farinha até obter a consistência de massa de pão pra sovar, mas as quantidades indicadas abaixo são as do livro. E fica observação para realizações futuras: pretendo substituir o leite por creme de aveia, assim a receita fica completamente livre de produtos animais - não sou vegetariana, mas tenho feito muitos ensaios culinários nessa direção, e me surpreendo sempre!


Sem mais delongas, pré-aqueça o forno a 230° e vamos à lista de ingredientes!
  • 350g de farinha de trigo integral + um pouco pra bancada (usei farinha integral tipo 110)
  • 50g de sementes de girassol descascadas
  • 2 colheres de sopa de sementes de papoula
  • 1 colher de café de bicarbonato de sódio
  • 1 colher de café de sal
  • 1 colher de café de açúcar
  • 250ml de leitelho ou leite fermentado encontrado em lojas de produtos árabes (buttermilk, fiz adicionando 2 c. de café de vinagre branco para 125ml de leite) Mudei a receita, veja a observação abaixo!

Tempo de preparação: 15 minutos
Não é necessário repouso da massa antes de assar.
Tempo total no forno: 45 minutos
Misture todos os ingredientes secos numa tigela grande e faça um poço no meio. Despeje o leitelho e misture bem até obter uma massa homogênea e com consistência boa para ser manipulada (que não grude nas mãos). Acrescente um pouco de farinha se achar que a massa está muito grudenta. Polvilhe um punhado de farinha na bancada e sove a massa por 5 minutos. Forme uma bola e usando uma faca afiada, faça uma cruz em cima da massa. Povilhe um pouco de farinha sobre a massa e leve ao forno pré-aquecido a 230° por 15 minutos, depois desse tempo ajuste o termostato para 200° e deixe assar por mais 30 minutos.

Observação de 09/03/14: repeti a receita e fiz as seguintes alterações : como não encontrei o leitelho no mercadinho do lado de casa e acabei fazendo, acrescentei 4 colheres de café de vinagre branco em 250ml de leite (usei o desnatado que tem em casa). Assim, não precisei aumentar a quantidade de farinha pra deixar a massa homogênea. O pão feito com o leitelho ficou mais macio que o primeiro, e mais saboroso também!

Clique nas fotos para ampliar
Cliquez sur les photos pour les agrandir




Dica: coloque uma tigela de água durante o tempo que o pão assar para que ele fique com a casca crocante. Para verificar o cozimento do pão, dê soquinhos no fundo, um barulho oco indica que o pão está bem assado. Coloque sobre uma grelha para esfriar - se conseguir resistir à tentação de degustar com um bocado de manteiga antes ! Bon appétit !

Testou a receita? Conta pra gente nos comentários como ficou e se tem astúcias pra ajudar!
Veja todas as receitas publicadas no blog AQUI


Pain complet aux graines de pavot et tournesol


Rien ne vaut qu'un bon pain fraîchement sorti du four pour bien démarrer la journée. C'est encore mieux si le pain est fait maison, et que le parfum réveille les papilles avant même que l'on attend qu'il refroidisse ! Voici donc une recette simple et rapide de pain complet aux graines de pavot e tournesol, tirée du petit livre de recettes "Végétarien débutant", de Louise Pickford (chez Marabout). Comme j'ai avais oublié le babeurre, je me suis dépanné avec du lait écrémé sans préjudice pour le moelleux ou texture, ce qui a donné un pain bien doux au palais, mais une prochaine fois j’essaierais avec de la crème d'avoine à cuisiner (un substitut de la crème liquide) et le babeurre une autre fois, bien entendu.
Mise à jour du 09 mars 2014:  je me suis préparé un babeurre maison en ajoutant 2 c.à c. de vinaigre blanc pour 12,5cl de lait, soit 4 c.à c. pour la préparation, car pour la deuxième recette j'ai décidé de ne mettre que 25cl de babeurre pour ne pas avoir à rajouter de la farine à la pâte. 



Ingrédients:

  • 350g de farine de blé complet (j'ai utilisé le type 110)
  • 50g de graines de tournesol décortiqués 
  • 2 c. à s. de graines de pavot 
  • 1 c. à c. de bicarbonate de soude 
  • 1 c. à c. de sel 
  • 1 c. à c. de sucre en poudre 
  • 25cl de babeurre ou lait fermenté

Temps de préparation: 15 minutes.
Pas besoin de temps de repos avant de passer au four.
Temps au four: 45 minutes. 
Préchauffer le four à 230°. Mettre tous les ingrédients secs dans un saladier et les mélanger. Former un puits au centre du mélange et y verser le babeurre. Mélanger le tout jusqu'à l'obtention d'une pâte assez homogène pour être manipulée (il ne faut pas qu'elle colle, auquel cas il faut rajouter de la farine). Fariner le plan de travail et pétrir la pâte pendant 5 minutes. Former une boule et avec un couteau bien aiguisé couper une croix sur la boule, saupoudrer d'un peu de farine et mettre au four pendant 15 minutes. Au bout de ce temps, abaisser le thermostat à 200° pendant 30 minutes. Astuce: pour que la croûte soit bien croustillante, je met aussi un bol d'eau dans le four pendant la cuisson. Pour vérifier la cuisson du pain à la sortie du four il suffit de tapoter le dessous : il faut qu'il produise un son creux. Poser sur une grille pour qu'il refroidisse. Bon appétit !

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Merci ! En plus il est super bon et non parce que c'est moi que l'ai faite, je n'est fait que suivre la recette à la lettre ! Très facile, je le conseille !

      Excluir
  2. Olá, obrigada pela receita. Por favor, gostaria de saber quanto tempo o leite fica descansando com o vinagre para então utilizar na receita. Nunca fiz leitelho e vi que tem várias formas. Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Fiz, mas ficou sem sabor. Você indicaria alguma receita de integral com grãos para fazer em casa e que seja saboroso? Obrigada

    ResponderExcluir

Tem dúvidas, sugestões ou informações complementares? Este é seu espaço! Sua dúvida pode ser a de outros, e suas sugestões certamente ajudarão outros leitores!
Comentários sem relação ao post, links de propaganda ou conteúdo ofensivos não serão publicados.