1 de abr de 2016

A primeira viagem do Victor: Natal na Suíça



Em dezembro minha mãe veio conhecer seu primeiro netinho, e aproveitei que a vinda dela pra coincidiu também com o período natalino pra programar uma viagem em família pra curtir natal na casa de uma tia que mora na Suíça. Estava um tanto apreensiva por ser a primeira viagem longa de carro do Victor (ele tinha 4 meses na época da viagem), afinal são 700km de porta a porta, pois durante alguns trajetos de carro ele tinha ficado bem incomodado, enquanto em outros era virar a esquina pra ele apagar com o balanço do carro.
Conversamos durante o planejamento da viagem e decidimos fazer o trajeto de uma só vez - a outra possibilidade seria passarmos a noite em Annecy, que fica na metade do caminho. A gente pararia sempre que necessário, pra que ele pudesse mamar, se esticar e trocar fralda. A viagem dura em média 7h, mas gastamos 9h no total contando as paradas, o que foi um tempo razoável. Ele obviamente chorou em alguns momentos - se a gente fica cansado e de saco cheio de ficar sentado num carro, imagino o quão chato deva ter sido pra ele - mas consegui distrai-lo na maioria das vezes, e paramos sempre que ele queria mamar. Optamos por não oferecer chupeta pra ele, e sabia que isso traria choro, mas foi uma escolha da qual não abrimos mão. Viajamos de dia, e ele dormiu grande parte do trajeto, pro meu alívio (as sonecas diurnas dele são mega importantes).

Piquenique no trajeto de volta pra casa

O objetivo principal da viagem era curtir preguiça em família, tanto que nem me preocupei em montar roteiro ou escolher lugar pra visitar, ainda mais por ser inverno, só esperava a neve pro natal branco, mas ela decepcionou e não deu as caras na segunda vez que passei natal por lá (fuén fuén). Mas acabamos fazendo passeios (não ia ficar 5 dias enfurnada em casa), voltamos em lugares que já tinhamos visitado antes e ainda conhecemos lugares novos. Nossas mini férias ficaram assim (sem contar os dias de viagem, que passamos na estrada):


Dia 1: Fomos passear nos arredores da casa da minha tia, que mora em Unterlunkhofen, uma cidade pequenina no cantão de Aargau, não muito longe de Zurique. Quase na frente da casa dela fica uma área de proteção ambiental com observatório de pássaros, um lugar bem bonito e onde o silêncio é imperativo. As pessoas leval binóculos e passam horas observando os pássaros.


Dia 2: Continuamos em Unterlunkhofen, fizemos um passeio ao longo do rio Reuss, que fica pertinho da casa da minha tia, onde já nadei no verão. Foi muito surreal ver o mesmo rio que no verão tem águas turquesa e correnteza forte correr tranquilo e com cores escuras no inverno. Fomos numa fazendinha comprar alguns produtos que faltavam e adorei o conceito: a lojinha fica lá, aberta todos os dias do ano, inclusive nos feriados, e você entra, se serve dos produtos que precisa, deixa o dinheiro numa caixinha e vai embora. O tipo da coisa que dificilmente funcionaria em cidades grandes aqui na França. O resto do dia ficamos por conta dos preparativos pra ceia de natal.

Rio Reuss, já nadei nele no verão!!






Dia 3: Zug foi um passeio inédito. Sempre tinha ouvido boas coisas sobre a cidade, que é muito bonita e vale a visita, e realmente valeu o passeio. Fomos no dia 25 de dezembro e, pra minha surpresa, a cidade estava bastante movimentada, mas a maioria dos lugares estava fechado, então nem conseguimos tomar um café ou chocolate quente. Pra compensar, o dia estava lindo e ainda fomos presenteados com o pôr do sol no lago, o que compensou a ausência do chocolate quente.






Encontre aqui as melhores tarifas de *hospedagem em Zug pelo Booking* e reserve com possibilidade de cancelamento gratuito! Recebemos uma comissão que não altera em nada o valor da sua diária. Leia mais sobre nossa política de monetização.

Dia 4: Bremgarten  é um charme de cidade, onde acontece uma feira de natal muito famosa na Suíça, e por isso mesmo a cidade fica lotada na época, mas fomos logo depois do natal e éramos praticamente os únicos a percorrer as ruelas tranquilas da cidade.




Cochilando em Bremgarten com a vovó

Dia 5: Buchenegg e Zurique. O passeio começou com uma caminhadinha na colina, onde paramos pra tomar um chá num chalé que só funciona aos domingos e é administrado por voluntários. Fizemos um piquenique lá, pois o dia estava com temperaturas incrivelmente amenas pra 27 de dezembro, o sol brilhava e a paisagem do relevo do cantão de Aargau compôs o quadro do passeio. Dali, seguimos pra Zurique, onde a intenção era ver a árvore de natal que é montada na estação central, mas os suíços são muito apressadinhos e já tinham começado a desmontar a árvore, uma pena. Eu já tinha visto quando fui na Suíça pela primeira vez, a árvore imensa é toda decorada com enfeites da Swarovski, mas foi uma pena minha mãe e o Bernardo não terem visto.

O chalé do chá que só abre aos domingos

Pra ler mais sobre nossa viagem à Suíça durante o verão, visite os posts:

Berna, a encantadora capital suíça
Zurique e a praia dos suíços
Lucerna e Bürgenstock: lagos e montanha no verão suíço



2 comentários:

  1. Oii Natalia! Desculpa este comentário sobre um assunto meio aleatório neste post, mas estou com uma dúvida cruel.
    Vou para Nice em Julho passar minha lua de mel. Mas quero muito conhecer algum campo de lavanda, e me chamou muito a atenção estes roteiros de 1 dia disponíveis no escritório de turismo de Aix.
    Pelo orçamento que fizemos da viagem, chegaríamos e iríamos embora por Nice. Mas já que estarei na região, não quero perder a chance de fazer este passeio. O que tu me indicas? Estou achando meio fora de mão ir a Aix justamente por nossos voos chegarem e saírem de Nice. O que tu me indicarias?? Daria para ir e voltar de Aix em um único dia para fazer este passeio?

    Agradeço desde já a tua santa ajuda!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Thaís! Aix fica a 1h30 de carro de Nice. Eu sugiro que, caso aluguem um carro, façam o passeio por conta própria, passado por Gorges du Verdon também. Podem inclusive pernoitar em Moustiers-Sainte-Marie ou Aiguines, perto das Gorges e na região dos campos de Valensole. Acho que em termos de tempo fica menos corrido e cansativo, mas claro, isso depende do orçamento, roteiro e tempo de vocês! Uma visita que também é interessante e que tenho vontade de fazer é Grasse, capital do perfume e que fica perto de Nice. Dê uma olhada nos itinerários sugeridos neste link (copie e cole no seu navegador) http://www.moveyouralps.com/en/routes-de-la-lavande/the-routes
      Tem opções de trajeto saindo próximo de Nice, mas neste caso vocês terão de alugar carro. É uma oportunidade de percorrer a Route Napoleão também!

      Excluir

Tem dúvidas, sugestões ou informações complementares? Este é seu espaço! Sua dúvida pode ser a de outros, e suas sugestões certamente ajudarão outros leitores!
Comentários sem relação ao post, links de propaganda ou conteúdo ofensivos não serão publicados.