Como chegar à Bocas del Toro

postado em: Destinos Américas, Panamá | 11
Bocas del Toro vista da janelinha do avião
No dia seguinte à nossa chegada ao Panamá estava marcado nosso voo para Bocas del Toro, à tarde, saindo do aeroporto Albrook, perto do centro comercial de mesmo nome. Descartamos qualquer passeio turístico pela capital nesse dia e nos ocupamos de preparar nossa saída do hotel e ir tranquilamente ao aeroporto, sabendo que distâncias curtas podem demorar bastante tempo pra serem percorridas no trânsito pesado da Cidade do Panamá.
O meio de tranporte usado pelo panamenho na capital é o táxi : metade da frota da cidade é amarela e transporta passageiros, inclusive no esquema  “lotação”, levando diferentes pessoas para diferentes destinos. O preço da corrida é estipulado no momento em que você determina o destino : pagamos $1,50 por pessoa na corrida mais barata, e $11 por pessoa a corrida mais cara (do aeroporto internacional ao hotel no bairro El Cangrejo, valor que os meus sogros pagaram quando chegaram à cidade). A impressão que tive é que a escolha do transporte é na sorte : o que vier primeiro, ônibus ou táxi, leva o passageiro, vi muito isso por lá. Os motoristas de táxi também oferecem para esperar você enquanto faz suas compras, almoça ou visita alguma atração turística, tudo isso com um valor previamente combinado e que não é lá muito caro.

Onde comprar as passagens aéreas para Bocas del Toro

E de táxi seguimos pro aeroporto Albrook, de onde partia nosso voo até Bocas del Toro. Quando recebemos o convite, recebemos também as indicações de companhias aéreas que voam até a cidade, e são duas : Nature Air, com voos saindo de San José, na Costa Rica, e AirPanama, com voos saindo da Cidade do PanamáFizemos as reservas no site da empresa, mas os bilhetes só podem ser comprados à partir de 3 meses antes da data do voo, os valores são fixos, ou seja, antecedência ou última hora não fizeram diferença nenhuma no valor final da compra – pagamos $234,98 (viagem feita em março de 2013) ida e volta para duas pessoas, taxas inclusas.
O aeroporto é pequeno, mas novo e bem limpo. No balcão, as atendentes falavam inglês – mas claro que quisemos gastar todo o espanhol que a professora do colégio tentou me ensinar, e que o Bernardo aprendeu nem sei como. Fizemos o check-in sem problemas e tivemos de despachar uma das mochilas que era considerada grande – volume máximo na bagagem de mão é de 5kg, isso porque o voo é feito num Fokker 50, grandes emoções à vista. Depois do check-in, fomos aguardar nosso voo num bar do aeroporto, o Touch and Go, onde fomos muito bem atendidos e comemos bem por um preço razoável – Buffalo wings lindamente apresentadas foi a escolha da sogra, eu optei por Patacones (banana meio verde frita) com chorizo. 

Patacones com chorizo
Buffalo Wings
Na hora do embarque a preferência é para passageiros com crianças pequenas. Os lugares não são marcados, e o espaço para acomodar bagagens na cabine é realmente muito pequeno na parte superior, restando colocar os volumes maiores embaixo da cadeira à frente. Durante o voo, que durou cerca de 45 minutos, foram servidos um lanche salgado e bebidas, inclusive cerveja panamenha geladinha. E num piscar de olhos, ao invés do Pacífico, tinhamos o mar do Caribe sob nossos pés, e aterrisamos no aeroporto internacional de Bocas del Toro, em Isla Cólon, no fim da tarde.
Avião da Air Panama
Interior do avião – sentamos nas últimas poltronas

Mais posts sobre nossa viagem ao Panamá:

11 Responses

  1. Daia de Paula

    Bom dia Natalia.
    Estarei indo à Bocas na proxima segunda-feira.
    Ficaremos hospedados em Playa Tortuga.
    Podes nos indicar lugares para conhecer, bares, etc. Obrigada.
    Daiane de Paula

  2. Natalia Itabayana

    Oi Daiane!

    Ficamos 4 dias em Bocas del Toro e durante 3 dias fizemos muitos passeios, estão todos listados neste post aqui http://www.destinoprovence.com/2013/04/imperdivel-bocas-del-toro.html

    No centro tem muitos restaurantes e alguns bares que tem estilo lounge, mas não fui a nenhum deles, porque chegava morta dos passeios, então não posso te ajudar com essa parte da vida noturna, acho que vale você pedir informações na recepção do hotel.

    Faça os passeios com os barqueiros do centro (eles são todos cadastrados no orgão de turismo, que fica ao lado da policia, de onde saem os barcos), saem em geral pela metade do preço em relação aos passeios propostos no Playa Tortuga, e os itinerarios são os mesmos. Tem shuttle do resort até o centro, então o trajeto não será problema (se bem me lembro, o shuttle é gratuito pros hóspedes).

    Tem um barqueiro de uma enorme simpatia, o Henrique (acredito que seja de origem jamaicana), se puderem fazer o passeio com ele, recomendo. Nos mostrou as tartarugas, contou historias e deu dicas muito boas. Foi ele quem nos levou à Isla Pajaros, Bocas del Drago (onde come-se super bem, ta tudo explicadinho no post que indiquei) e Playa de las Estrellas.

    Ai, que vontade de voltar!
    Aproveitem bastante, é um lugar onde a unica preocupação que terão vai ser o dia de ir embora! Depois me contem o que acharam!

    Todos os posts sobre o Panamá estão aqui http://www.destinoprovence.com/search/label/Panam%C3%A1

  3. Natalia Itabayana

    Oi Mariana!
    Ainda estou devendo o post sobre hospedagem, mas adianto que ficamos no Playa Tortuga por duas noites e gostamos, é mais afastado do centro mas tem ônibus gratuito do hotel até la, e os taxis cobram 2 dolares por pessoa a corrida!
    Abraço!

  4. Anônimo

    Oi Natalia, eu vou para Bocas no fim do ano, estou vendo um hotel em isla Carenero, mas ainda estou confusa sobre a viagem, sou de SP, devo ir ate Panama e la pegar outro voo para Bocas?
    Pode me dar algumas dicas? Bjs

  5. Natalia Itabayana

    Isso mesmo, você deve voar da Cidade do Panamá até Bocas del Toro, no post explico direitinho onde comprar as passagens, dá uma lida na seção "Onde comprar as passagens aéreas para Bocas del Toro".

  6. Camila Zucareli

    Olá Natalia… adorei o relato… empolguei ainda mais! rsrsr
    Você por acaso sabe se lá é bom mesmo para surfar? Vi algumas fotos de altas ondas, sabe em que região seria melhor ficarmos? E quanto ao voo da Cidade do Panama para Bocas, será que conseguimos levar as pranchas? E qual o valor em média das diárias de hospedagem lá… agradeço desde já a atenção.

  7. Natalia Itabayana

    Oi Camila!
    Onde vimos surfistas foi em Red Frog Beach, muitas ondas mesmo! Vimos algumas pessoas desembarcarem com pranchas voando pela Air Panama, mas recomendo entrar em contato com a empresa, os aviões deles são pequenos e pode ser que eles tenham restrições ou orientações especiais. Nos hospedamos em Isla Cólon numa pousada onde pagamos 70 dólares por noite por casal, e depois ficamos no Playa Tortuga, onde a fatura foi um pouco mais salgada (125 dólares porque tivemos desconto em função do casamento dos nossos amigos, mas o valor normal pro casal na época era 165 dólares). Vale pesquisar a hospedagem em Red Frog, que fica numa ilha separada!
    O lugar é todo lindo!

Deixe uma resposta