Fontaine-de-Vaucluse

Português/Français
Morar num país do tamanho do estado de Minas Gerais tem muitas vantagens quando trata-se de visitar outras cidades, e também quando sentimos vontade de respirar uma brisa do mar, já que « la grande bleue » fica à pouco mais de meia hora de carro. Além disso, o verão traz não só um por do sol magnífico depois das 21 horas, mas oferece uma diversidade de programas alternativos às idas à praia, e um desses programas foi um passeio de canoa num rio de águas cristalinas, chamado Sorgue.

O rio Sorgue e sua fonte
A nascente do rio fica na cidade de Fontaine-de-Vaucluse e é uma nascente subterrânea, a maior da França. O rio de águas calmas e super cristalino (dá pra ver todas as pedras e vegetação do fundo, é lindo) atravessa a cidade, e foi um percurso de 8 quilômetros que fizemos em canoa, com Luna Maria participando da aventura e aproveitando pra enfrentar a temperatura constantemente à 13 graus da água pra nadar um pouquinho. Foram duas horas de passeio ao longo do rio, com direito à parada pros corajosos nadarem, e uma micro corredeira pra aumentar um pouquinho a adrenalina.

Luna encarando a água fria!
Depois da canoagem fomos almoçar à beira do rio, em um restaurante que uma vista privilegiada da cidade, do castelo que fica no ponto mais alto e do rio, e depois fomos visitar a nascente, e à medida que nos aproximamos da fonte que dá origem ao rio entendemos não só o nome da cidade, como também o nome do departamento (Vaucluse): Fontaine-de-Vaucluse, a fonte do vale fechado. Ficamos tão encantados com a cidade charmosa e acolhedora, com arquitetura tipicamente provençal, que saimos de lá quase no início da noite e adiamos pra outra data o passeio em Isle-sur-la-Sorgue, outra cidade igualmente charmosa, apesar de não conhecermos, mas que também é banhada pelo Sorgue. O passeio é uma ótima alternativa aos dias na praia!

Informações práticas: Distância entre Aix-en-Provence e Fontaine de Vaucluse: 66km (estrada departamental). Tarifas canoa/caiaque: 17€ por pessoa (adultos), 11€ crianças entre 7 e 14 anos, gratuito pra menores de 7 anos. Formas de pagamento: dinheiro, cheques ou cheque-férias.

Fontaine-de-Vaucluse

Habiter un pays qui fait à peu près la taille de mon état d’origine au Brésil a pas mal d’avantages en ce qui concerne les balades touristiques: il y a de très beaux villages juste à côté, la mer n’est pas loin et en été on a la chance de apprécier toutes les couleurs d’un beau coucher du soleil vers 21 heures, chose qu’on a pas au Brésil. Et cet été on a pu faire du canoë sur les eaux cristallines de la Sorgue.

La source de la Sorgue se situe dans la ville de Fontaine-de-Vaucluse qui se situe près d’Avignon, et c’est la plus importante source du genre en France. Les eaux calmes et cristallines de la rivière traversent toute la ville et débouche sur le Rhône, et nous avons parcouru 8km en canoë, en deux heures, en compagnie de notre fidèle Luna qui a même nagé dans l’eau constamment à 13°. On a eu droit à une toute petite rapide pour faire monter l’adrenaline!

Fini l’aventure du canoë nous sommes allés au centre ville pour déjeuner et nous avons trouvé un resto sympa au bord de l’eau, près de l’Hôtel de Ville. Ensuite nous sommes partis vers la source de la Sorgue, pas loin du centre, et lorsque j’ai vu la source j’ai compris l’origine du nom de la ville mais aussi du département: Vaucluse veut dire vallée close. La ville est charmante et on y voit l’architecture provençale par tout. Nous avons passé une très agréable après-midi et on compte bien y retourner dans la région pour visiter L’Isle sur la Sorgue, une autre ville juste à côté de Fontaine. C’est une alternative pour ceux qui n’aiment pas trop la plage!

Infos pratiques: Distance entre Aix-en-Provence et Fontaine-de-Vaucluse: 66km (par route départementale). Prix canoë/kayak: 17€ par personne (tarif adulte), 11€ pour enfants de 7 à 14 ans, gratuit pour le moins de 7 ans. Règlements: chèques, chèques vacances et espèce.

6 Responses

  1. Raquel

    Muito lindo!! E parece tambem tão refrescante!
    Sabe o que eu mais gosto no seu blog? É que diferente de (quase) todas as pessoas que vão morar fora, você não fica só falando dos pontos turísticos 'mainstream' da Europa. Aquela rota Paris-Londres-Barcelona de sempre…. Você realmente está conhecendo a França nos mínimos detalhes! Isso é muito legal!
    Eu espero poder fazer isso tambem quando estiver aí.
    ps: e esse moinho de água, que lindo!
    Beijos!

  2. Natalia Itabayana Junqueira de Mattos

    Raquel,

    gostamos de descobrir o que a França tem de mais bonito, e felizmente suas belezas naturais superam o turismo mainstream, e é o que nos encanta muito! A possibilidade de passeios como esse a poucos quilômetros de casa, a descoberta de lugares turisticos onde encontramos mais franceses que turistas estrangeiros é um dos nossos programas prediletos, e é um prazer compartilhar essas descobertas com nossos leitores, porque Paris é linda sim e deve ser visitada, mas ela não representa toda a França 🙂

    Pode ter certeza de que vai se encantar muito ao descobrir os cantinhos que raramente aparecem em guias de viagem quando vier pra ca!

    Abraços!

  3. Natalia Itabayana Junqueira de Mattos

    A cidade é realmente um charme, né Vivi? Conhecemos em 2011 e recentemente levei visitas pra la, foram nossos primeiros hospedes a conhecerem esse encanto! Fizemos o passeio em Isle-sur-la-Sorgue primeiro, onde almoçamos (pena que não fomos em dia de feira) e depois fomos conhecer a Fontaine! Eles adoraram o roteiro!

  4. Bruna Peres

    Oi Natalia, tudo bem?!
    Vou para Provance agora no inicio de Julho e gostaria muito de fazer esse passeio de caiaque.
    Dúvidas:
    vc alugou o caiaque? em que cidade?
    Depois de percorrer os 8km citados vcs estavam de volta do mesmo ponto?
    Desde já abrigada pela atenção.Bjo

  5. Natalia Itabayana

    Ei Bruna!
    Alugamos o caiaque por lá mesmo, e depois a empresa que aluga nos transporta pro ponto onde começamos o passeio! Vou atualizar o post com essas informações!

Deixe uma resposta