Onde e quando ver campos de lavanda na Provença

postado em: Rota da Lavanda | 13

A lavanda (ou alfazema) é o símbolo por excelência da região provençal, e a cada ano atrai um imenso número de visitantes que desejam ver os campos floridos. Mas onde e quando ver os campos de lavanda na Provença é uma questão que frequentemente preciso responder. Pra facilitar a pesquisa sobre o assunto, decidi reunir neste post todas as informações sobre lavanda que já publiquei aqui, e criar um mapa só com todos os campos que já visitei na região.

 

Um pouco da história da lavanda

A lavanda fina, Lavandula angustifolia, cresce apenas em lugares com altitude acima de 800m, e no solo da região, que é bastante árido e calcáreo. Além disso, a grande variação de temperatura que a semente sofre ao longo da vida é essencial para que ela possa germinar: ela suporta baixíssimas temperaturas no inverno, inclusive negativas, e é o calor e início do degelo que permitem a germinação. Essa espécie é cultivada principalmente da região de Sault, conhecida como a capital mundial da lavanda. A utilização do óleo essencial de lavanda fina é principalmente na perfumaria, cosméticos e uso medicinal. Os camponeses provençais colhiam as flores aos domingos, e usavam para finalidades medicinais: relaxante muscular, repelente para moscas e piolhos, além de acalmar picadas de insetos. Os arbustos são pequenos e não atingem mais de 1 metro de altura.

A exploração comercial da lavanda é recente, o que criou também uma imensa demanda por maiores quantidades de planta cultivada. Foi daí que se fez necessário desenvolver uma espécie que pudesse ser cultivada sem tantas exigências. Desta necessidade teve origem a lavanda híbrida, cultivada principalmente no Plateau de Valensole. Contrariamente à lavanda fina, o híbrido pode ser cultivado em qualquer altitude, mas o solo pobre e calcáreo é o preferido. Além disso, a reprodução é feita exclusivamente por brotamento, não há sementes. A utilização da planta híbrida é para fins decorativos, com os bouquets, e ainda na indústria de produtos de limpeza, para camuflar o odor forte dos produtos. Os arbustos são grandes e imponentes, e sua regularidade é extremamente fotogênica: são plantados em fileiras, compondo uma paisagem perfeita para sessões de fotos. Parece conhecer um pouco mais da história do cultivo da lavanda, leia este post sobre o museu da lavanda em Coustellet.

 

SAIBA MAIS SOBRE ENSAIO FOTOGRÁFICO NA PROVENÇA E RESERVE SUA DATAS

 

Qual cidade escolher como base

Aix-en-Provence é uma boa escolha como base para conhecer a região da Provença e explorar também a rota da lavanda. Localizada a 25km do aeroporto Marseille Provence e à 18km da estação TGV, onde chegam os trens vindo de Paris*, as opções de hospedagem* na cidade são variadas, assim como a oferta de restaurantes, lojas e opções culturais. Aix é a opção ideal pra quem pretende seguir viagem de carro* por conta própria, ou ainda quem optar por uma excursão em grupo*.

 

Como ir do aeroporto Marseille Provence ou estação TGV ao centro de Aix-en-Provence e Marseille

Outra opção de ponto de início é Avignon, ideal principalmente pra quem vem à região de trem saindo de Paris, além de ter uma oferta de hospedagem com tarifas mais econômicas* comparadas à Aix. Sault fica a 66km de Avignon, e há ônibus que ligam as cidades, com horários um pouco limitados, sendo mais indicado se hospedar na capital da lavanda ao menos uma noite caso aluguel de carro* pra conhecer a região não seja uma opção. Para saber mais sobre as opções de transporte para chegar até Sault, leia este post que escrevi sobre a cidade.

Saindo de Aix-en-Provence: linha 23 Aix-en-Provence – Avignon, em seguida linha 65 Avignon-Carpentras e por fim linha 12 Carpentras-Sault .

Onde e quando ver campos de lavanda na Provença

A floração da lavanda acontece a partir do fim do mês de junho, e durante um mês os campos se colorem de um lilás impressionante, com flores que dançam ao sabor do vento morno. Passear pelos campos de lavanda da Provença, sejam eles a lavanda fina ou híbrida, é um delicioso exercício sensorial. A visão dos campos de lavanda impressiona, sentir o perfume que emana das pequeninas flores, o roçar das folhas e flores na pele ao caminhar entre os arbustos, escutando o som do suave zumbido das abelhas incansáveis. Para uma experiência sensorial completa, o paladar pode se deliciar com sorvetes de lavanda, chás ou ainda mel à das abelhas que se alimentam nos campos.

Em geral, até por volta de 10 de julho as flores estão em seu apogeu de floração, e a colheita tem início por volta de 15 de julho no Plateau de Valensole e termina até 15 de agosto, podendo ocorrer um pouco mais tarde na região de Sault. Em geral, a colheita termina em meados de agosto, e a destilação do óleo essencial pode ir até o fim de agosto. Acontece que o período de floração da lavanda corresponde exatamente à alta temporada na Europa, além de ser também o período de férias escolares por aqui.

Os campos mais próximos de Aix-en-Provence ficam nos arredores do charmoso vilarejo de Bonnieux, e no caminho entre Gordes e Roussillon também há lavanda salpicada aqui e ali. Os campos nos arredores da Abadia de Sénanque são particularmente bonitos, pois compõem um belo cenário com o monumento ao fundo. Entre os vilarejos de Buoux e Sivergues também há campos que podem ser visitados durante uma trilha deliciosa.

Os mais novos campos que acrescentamos à nossa lista de visitas de encontram um pouco mais afastados, e visitamos durante nossa escapada pela Ardèche e Drôme, regiões vizinhas à Provença. Entre Barjac e Aiguèze passamos por alguns campos, e a cidade de Grignan também tem lavanda a seu redor.

 

Excursão para os campos de lavanda na Provença

Outra opção para visitar o mar azul perfumado das lavandas são as excursões de um dia: saindo de Aix-en-Provence, a ParisCity Vision propõe um circuito mágico pelos campos de lavanda na Provença* (em inglês ou francês). Percorra o coração dos campos, siga para uma parada estratégica em Moustiers-Sainte-Marie, antes de finalizar com a vista do estonteante Desfiladerio do rio Verdon e lago de Sainte Croix. Pra fechar com chave de ouro o dia, uma visita à cidade de Sainte Croix de Verdon, localizada às margens do terceiro maior lago da França. Para passeios em português com motorista acompanhante, envie um email para contato@destinoprovence.com

13 Responses

  1. Carise Krahl

    Bom dia! Seu blog é uma delicia! Ja estou viajando por Aix! vamos em agosto. Se vc puder me dar uma dica de compra, ficarei agradecida! Eu costuro, trabalho com artesanato (Feito em Casa by Carise Krahl), e gostaria de trazer alguns aviamentos, tecidos, acessorios para costura e patchwork. Vc sabe me indicar algumas lojas que vendas esses materiais? Obrigada!!!!

    • Natalia Itabayana

      Ei Carise, tudo bem?
      Que bom que as informações do blog tem ajudado você!
      A loja de aviamentos onde comprei as linhas de crochê pra fazer meu vestido de noiva chama “Au bonheur des dames” e fica atrás do palácio de justiça, no 11 Rue des Bouteilles! Também tem artigos na Eurodif/Bouchara, que fica no 6bis Avenue des Belges. Se eu passar em frente de outras lojas onde ver aviamentos, volto pra te contar!

  2. Aline

    Oi Natalia, tudo bem? Estou amando seu blog! Vou a Paris na proxima semana e estou planejando visitar a Provence por volta do dia 30/08. Ainda é possível visitar algum campo de lavanda? Obrigada pela atenção, Aline

    • Natalia Itabayana

      Oi Aline, tudo bem?
      A colheita da lavanda termina na segunda semana de agosto em geral, no fim de agosto não tem mais nenhum campo florido, infelizmente. Como indico no post, a melhor época é entre a última semana de junho e a primeira de julho, e este ano a colheita ta brm adiantada!

  3. Bete

    Que blog delicioso parabéns! Estou chegando em Aix dia 17 de agosto aí meu Deus será q Acho algum campo ainda?

    • Natalia Itabayana

      Ei Bete!
      Infelizmente a data da sua chegada é depois do fim da colheita, os campos estão praticamente todos limpos agora. Com o calor intenso, a colheita aconteceu dentro do período esperado, assim como a floração, que tem seu apogeu no início de julho. Mas recomendo a visita ao Museu da Lavanda em Coustellet, um ótimo lugar para conhecer um pouco mais da história desse símbolo da Provença e ainda sentir todo o perfume da planta! http://www.destinoprovence.com/museu-lavanda-coustellet/

  4. Susana

    Olá Natália! Comecei a ler seu blog agora, pretendo ir no próximo ano, final de maio, há chance de pegar campos com lavandas florindo? Obrigada! Depois volto pra te aperrear com mais perguntas, beijos!!!!

    • Natalia Itabayana

      Ei Susana, tudo bem?
      As lavandas só começam a florir no final de junho, mas em maio tem as papoulas que colorem os campos de trigo de vermelho!

  5. Monica de Almeida Ferraz

    Ola Natalia,
    Pretendo fazer uma viagem à Provence em 2019, se tudo der certo.
    Eu não gostaria de alugar um carro, pelo que entendi o jeito é fazer as excursões diárias com a empresa indicada certo ?
    Você teria idéia de preço dessas excursões ou é só com eles ? Sã muitas a fazer ?
    Entendi que se me hospedar em Avignon o custo pode ser mais baixo certo ? e de lá posso ir à Aix en Provence que não é tão longe ?
    Estive em Avignon em 1991e gostei muito.

    Obrigada,

    Monica Ferraz

  6. Juju Cordeiro

    Bom dia Natália.
    Quero estudar em Aix-en-Provence por um período de 3 meses. Como sou aposentada tempo e época para mim não é problema.
    Não falo nada em francês, a não ser as três palavras fundamentais, por isso necessito de um curso para iniciantes e de preferência com pessoas mais velhas, cujo ritmo se assemelha ao meu.
    Você pode me ajudar a concretizar tais pretensões?
    Vou aguardar sua resposta e se quiser pode me responder particularmente.
    Meu interesse é sério e se necessário, posso ficar por um período maior que três meses.
    Agradeço antecipadamente sua atenção e pelo que li no blog sei que receberei informações bastante precisas.

    • Natalia Itabayana

      Ei Juracema!
      Respondi por email, dê uma olhada na sua caixa de spam!

  7. Thiago Pontes

    Oi Natalia, tudo bem? Parabéns pelo blog! É muito legal e informativo.
    Estou indo para a França agora em outubro, na segunda quinzena. Vale a pena visitar a região? Pelo o que li, não há mais campos de lavanda nem girassóis. E o Gorges du Verdon? Vale a pena nesta época ainda?
    obrigado pela atenção.
    Thiago

Deixe uma resposta