18 de jan de 2011

Strasbourg

Palais du Rhin, Place de la République
A visita à capital europeia foi decidida às vésperas da viagem pra Paris, mas desta vez Bernardo não poderia nos acompanhar por causa do trabalho, já que iríamos numa terça feira pra voltar na quinta, uma viagem um tanto corrida, mas que vale à pena, pois Strasbourg, além de sede do parlamento e conselho europeus, é uma cidade linda.

Cathédrale Notre Dame de Strasbourg
Chegamos de Paris na segunda à noite e partimos pra Strasbourg no dia seguinte, às 13h (esse trem foi numa hora exata). Ao contrário do trem que vai pra Paris, o que serve Strasbourg para várias vezes ao longo do caminho e a viagem demora em torno de 6h30, o que implicaria em fome por parte dos Buscapé, com a agravante de não termos almoçado antes de embarcar. Antes de irmos pra estação, fizemos uma escala no Carrefour pra comprar nosso piquenique sobre os trilhos: alguns vários pacotes de batata chips, litros de suco de laranja, croissants e pains au chocolat, biscoitinhos doces e água. Em tempo: no trem tem um vagão restaurante, mas a comida é cara, e tinhamos um cupom de 20 euros de desconto no Carrefour, o que fez nossa comprinha sair por módicos 2,87€.

Horloge Astronomique
Buscapé aprovisionados, seguimos pra estação, sempre conduzidos pela feliz e prestativa amiga Thais. Chegamos com uma antecedência de meia hora, uma chuvinha irritante pra facilitar nossa vida, e fomos esperar o trem. Desta vez Luna não nos acompanharia, já que nosso tempo de permanência no destino e deslocamentos seriam mais longos e Bernardo ficaria com ela. Embarcamos com nossos cacarecos e lanchinhos pra uma longa viagem, mas que nos proporcionaria a descoberta de uma bela paisagem, já que seria feita durante o dia.

Cathédrale Notre Dame de Strasbourg
Viajar pela França é muito interessante, porque quando você menos espera, é só olhar pela janela e se deparar com um castelo ou uma construção monumental pra embelezar a paisagem, e no caminho até Strasbourg não foi diferente. Chegamos à cidade pouco depois de 18h e a iluminação de Natal ainda estava lá, maravilhosa! Fomos procurar a estação de tram pra ir direto pro hotel, deixamos nossos cacarecos lá e « jantamos » no Mc Donald's... Ninguém aguentava mais comer sanduiche, mas era isso ou comida de microondas do hotel, dos males o menor...

Um brinde à Alsacia!
Ao contrário de Paris, Strasbourg nos recebeu com tempo nublado e chuvinhas eventuais. Nossa primeira foi a catedral, mas quando chegamos ao escritório de turismo de Strasbourg fomos informados que a catedral estava fechada e só reabriria em uma hora e meia, mas que poderíamos assistir ao relógio astrônomico se nos dirigíssemos rapidinho, antes de meio dia, até lá. Seguimos o conselho que nos foi dado, e ao entrarmos na catedral fomos surpreendidos por uma construção esplêndida, vitrais maravilhosos, e um relógio magistral que nos aguardava ao lado direito do altar pra nos desvendar seus segredo em poucos minutos.

Cunhado
A apresentação do relógio é rápida, mas a explicação sobre ele nos entretem durante meia hora e nos deixa curioso sobre seu funcionamento. Assim que o relógio se põe em marcha, somos presenteados pelo resultado de uma engenhosidade tal que é de dar inveja hoje. Sem falar na reflexão que a explicação que precede a apresentação nos instiga sobre o tempo, seu passar e nossa passagem por ele...

Irmão
Depois desse pequeno momento de reflexão, trazidos de volta à realidade pelo fim da apresentação e pelos protestos dos estômagos, saimos da catedral em busca de um restaurante que não servisse sanduiches e onde pudéssemos nos assentar pra apreciar calmamente uma boa refeição alsaciana. A dois passos da catedral fomos calorosamente recebidos por uma simpática atendente em um charmoso restaurante alsaciano, e pedimos pratos da região. Depois de quase duas horas de uma feliz apreciação gastronômica, continuamos nossa exploração da cidade, sem pressa, ao contrário de Paris, que foi desbravada em ritmo frenético.

Restaurante Le Gruber
A real razão de nossa ida à Strasbourg, além dos outros adjetivos que tornam a cidade atraente, era a vontade do Guilherme em conhecer a harpista de rua de quem ele viu um video no Youtube. Mas qual não foi sua decepção ao saber que ela tinha se apresentado poucas vezes na cidade, e que provavelmente retornaria no verão? Mesmo assim, a viagem foi frutífera, uma boa oportunidade pra conhecer uma França que vai além de Paris, tirar belas fotos e passar mais um tempo junto da família, que partiria em poucos dias...



4 comentários:

  1. Olá! Muito legal seu blog! Estou pensando em conhecer a Alsacia no mêsde setembro, é uma época legal? Minha ideia seria ficar 2 dias em Paris e ir de trem para a Alsacia e rodar nas cidades vizinhas com carro alugado ou grupos de excursão e queria ir até Strasburg, tem alguma dica que possa me ajudar? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Simone!
      Setembro é inicio do outono, minha estação preferida, então super recomendo visitar qualquer destino nessa época, principalmente quando a natureza ao redor nos proporciona cenarios magnificos, como é o caso da Alsacia! Acho que vale alugar um carro e rodar na região, visitar Colmar, Mulhouse e os vilarejos menores. Veja também o site dos vilarejos mais belos da França http://www.les-plus-beaux-villages-de-france.org/en e inclua os mais proximos de Strasbourg no seu roteiro!

      Excluir
  2. Olá Natalia!! Estou considerando ir a Strasbourg em dezembro pelos Marchés, me hospedar lá por 3 noites, mas tenho receio por causa do frio. Vocês estiveram lá em Janeiro...como devemos nos preparar para o inverno na Alsácia? O frio é muito rigoroso? O que vc acha de ir nessa época com uma criança de 3 anos?
    Agradeço muito pelo seu trabalho e pelo seu site maravilhoso que tanto nos ajuda!
    Barbara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbara, Vc foi em Dezembro mesmo? Como foi o frio e estada na cidade? Pensando em ir em Novembro...

      Excluir

Tem dúvidas, sugestões ou informações complementares? Este é seu espaço! Sua dúvida pode ser a de outros, e suas sugestões certamente ajudarão outros leitores!
Comentários sem relação ao post, links de propaganda ou conteúdo ofensivos não serão publicados.