7 de jun de 2013

Por que eu blogo?

Mais de um mês depois da última publicação, me vejo novamente disponível pra escrever, mas face à um dilema: sobre o que escrever, ou sobre qual lugar escrever? Minha ausência foi motivada por uma necessidade de isolamento pra redigir meus trabalhos de conclusão de uma formação puxada, exaustiva, e que me mobilizou a aprender francês, a me deslocar mais de 60km por dia pra aulas, cerca de até 120km pra estágios, a passar por momentos de gagueira, de angústia, de crises. E isso porque escolhi trabalhar com pessoas. E é por isso também que blogo. 


Blogo pra pessoas, e não pra números, estes últimos são facilmente interpretados de maneira a nos favorecer na maior parte do tempo. As pessoas, estas, são volúveis, difíceis de agradar, nos colocam em posições de questionamento crítico em permanência, nos lançam desafios, testam nossos limites, e nos fazem rever nossas convicções. As pessoas são imprevisíveis, e essa é a magia de trabalhar com elas. É no imprevisível que acontecem coisas fascinantes. O imprevisível faz brotar lágrimas de alegria nos olhos, como quando ouvimos de uma mãe que seu filho está cada vez melhor, aquele mesmo garotinho que meses antes a deixava inquieta. Não fazemos mágica, mas é à partir do imprevisível que podemos clinicar, porque as pessoas nos oferecem essa possibilidade, e é a forma com que as pessoas respondem aos imprevistos que as torna tão mais fascinantes que os números. 

Admito que foram os números que me levaram a blogar: mais de dez mil quilômetros separando da família e dos amigos, e algumas horas de diferença de fuso horário, além da vontade de compartilhar com essas pessoas queridas o que estamos vivendo por aqui, por um lado pra tentar tranquiliza-los e dizer que "estamos bem, somos felizes, apesar do oceano entre nós e de todos os contratempos e pedras no caminho", e por outro lado pra tentar despertar neles a vontade de vir descobrir com a gente esse pedaço da França que nos encanta em permanência. 

Mas este espaço não é exclusivamente acessado por essas pessoas que me motivaram inicialmente. Muitas delas ainda lêem o que aqui compartilho, raramente deixam comentários porque nos falamos constantemente e os comentários são feitos por telefone ou skype/hangout, mas a ponte foi construída e está se solidificando, e acabou aproximando outras pessoas com quem o contato estava quase perdido, sem falar em outras tantas que não teria oportunidade de conhecer não fosse através deste espaço. Muitas das pessoas que me lêem chegam aqui porque estão procurando informações sobre a região onde moro, e tenho enorme prazer em compartilhar essas informações, em mostrar um pouco mais dessa região que encanta muitos, que atrai cada vez mais pessoas interessadas em descobrir a França além de Paris. 

A capital é linda, isso é indescutível, mas o país tem cantinhos igualmente encantadores, uma riqueza natural de tirar o fôlego, gastronomia de dar água na boca, arte e história em cada pedrinha dos edifícios e monumentos encontrados no menor dos vilarejos franceses. E a recompensa vem quando uma cidadezinha foi incluída no roteiro depois de ter lido sobre ela aqui no blog. Pessoas que querem aprender o idioma francês, conhecer livros e filmes, ou que querem vir estudar aqui, e até quem queira uma receita diferente pra mudar um pouco a refeição de todo dia. 

Eu blogo pra pessoas. São as pessoas que me lêem, e não os números.

"Quem viu Paris, mas não viu Cassis, nada viu" - Frédéric Mistral, poeta provençal e prêmio Nobel de literatura

10 comentários:

  1. gostei muito! legal como a motivação pro começo é uma coisa mas aos poucos se transforma! bjao, Nat

    ResponderExcluir
  2. Vou fazer um "mea culpa": leio todos os seus posts, assino o feed, sigo suas dicas, mas fazer comentário que é bom... Não vou usar a desculpa da falta de tempo. Preciso ser mais presente e vou fazer isso. Você escreve sim para pessoas. E uma dessas pessoas sou eu. Beijo grande.

    ResponderExcluir
  3. oi Natalia! Recebi por email, li e ja queria vir correndo comentar. ADOREI!! Parabens pelo texto! Realmente vc traduziu a essencia!!! Parabens querida!!! Continue assim. faz toda diferença!! um beijo do Brasil!!! da Praia da Costa!! ;)

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo texto.Realmente faz a diferença em que pensa em se aventurar numa experiência de intercâmbio. Ajuda muitoooooo!

    ResponderExcluir
  5. Descobri hoje o seu blog escrevendo sobre os cruzeiros fluviais na região da Provença e mais especificamente buscando informação sobre "Les Carrières de Lumières". Conheço a França nada muito além de Paris. Estou encantada com a Provença e me deu até vontade de estudar francês por aí. Parei com a minha pesquisa e me vi lendo todo o seu blog. Agora ele faz parte dos meus favoritos. Você escreve muito bem e muito obrigada pelas dicas. Muita paz, força e sucesso no francês.

    ResponderExcluir
  6. Normalmente não sou muito de comentar nos blogs que leio, mas desta vez resolvi gastar um pouquinho do meu tempo para te elogiar. Senti um pouco de questionamentos e talvez dúvidas implícitas neste seu post , e as pequenas coisas nos faz resolver tudo . Vou fazer a minha parte. Através do seu blog mudei meu roteiro e de nosso grupo de 3 casais , fizemos o roteiro das lavadas , que foi a parte mais bonita de toda a viagem . Senti de não conhece- lo antes. Mas com certeza irei á França mais vezes e irei usá lo bastante. De volta ao Brasil já estou dando uma testada nas suas receitinhas. Admiro pessoas que gastam seu tempo para ajudar pessoas que as vezes nem conheça. E números podem não fazer diferença para você, mas quando você é um número como eu faz bastante diferença . Muito Obrigada. Ana

    ResponderExcluir
  7. Agradeço pelo tempo que dedicaram a escrever cada um dos comentarios, essa é a melhor recompensa que tenho por meio do blog!

    ResponderExcluir
  8. Natalia, parabéns pelo blog acabo de descobrí-lo e vou adicioná-lo aos meus favoritos, pois vc escreve mto bem.
    Angela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angela!

      Obrigada pelas palavras delicadas, espero que goste da leitura!

      Seja bem-vinda!

      Excluir

Estarei de férias no período de 27/04/2017 a 12/05/2017, os comentários feitos nesse período podem demorar mais que o normal para serem respondidos.

Tem dúvidas, sugestões ou informações complementares? Este é seu espaço! Sua dúvida pode ser a de outros, e suas sugestões certamente ajudarão outros leitores!
Comentários sem relação ao post, links de propaganda ou conteúdo ofensivos não serão publicados.