19 de abr de 2011

Carnaval de Veneza na França


Annecy, Haute Savoie. Conhecida como "la petite Venise" (a pequena Veneza), a charmosa cidade localizada à beira do belo lago de mesmo nome e emoldurada pelos Alpes tem um charme e encantamento que, sinceramente, não encontrei em Veneza, a original, na Itália. Não menosprezando a cidade do carnaval de máscaras, talvez foram as circunstâncias da visita meteorica mescladas ao tempo nublado e monumentos parcialmente cobertos pelas reformas que me levaram à essa conclusão, que espero rever em uma outra ocasião, mas fato é, Annecy é a cidade mais bonita onde já pus meus pezinhos nesta terra francesa.

Foi numa sexta feira cedo, depois de comemorar o Saint Patrick's no centro de Aix, que embarcamos, com Luna à tira-colo e acompanhados por Cinthia e Pierre, pra esta cidade particamente na fronteira com a Suíça. Confesso que quando cheguei, já me via morando ali, saindo pra correr na beira do lago de manhã, andando de patins à tarde e sentando no banquinho no fim do dia pra apreciar os pássaros no lago, o por do sol e fazer um pique nique em família. Quem mora em Annecy é abençoado pela natureza com a paisagem que mais me encanta: montanhas e água, esteja ela contida em um lago ou seja o mediterrâneo com seu azul profundo. Cheguei ali e tive a impressão de não estar em território desconhecido afinal, como boa belorizontina, gosto bem de uma paisagem com montanhas no horizonte!

Chegamos no inicio da tarde e fizemos um pique nique à beira do lago, contemplando a paisagem de cartão postal. Apesar das temperaturas ainda pedindo um casaco, várias pessoas aproveitaram os raios de sol pra esquentar, na medida do possível, nas espreguiçadeiras dispostas aqui e acolá, além de correr pela pista à beira do lago, ou andar de bicicleta ou patins. À noite, fomos ao encontro do casal amigo de Pierre e Cinthia e jantamos uma deliciosa tartiflette savoyarde, um prato à base de batatas, cebola, bacon e queijo Reblochon, nascido nos anos 1980 pra promover o queijo típico da região e que ficou associado ao clima das montanhas e estações de ski. 

No dia seguinte fomos passear pela cidade, além da margem do lago, e descobrir porque Annecy é a Veneza francesa. Não demorou muito pra começarmos a ver os primeiros sinais de semelhança: vários mascarados desfilavam pela cidade ostentando lindas fantasias e posando pras lentes de turistas e fotógrafos credenciados para registrar o evento que acontece anualmente na cidade. Em cada esquina, praça e ponte do centro da cidade pudemos ver os mascarados, que pareciam não se importar com a chuva fraca que caiu ao longo do dia.

O domingo foi nosso último dia de passeio e queríamos ir ao Mont Blanc, mas as nuvens não estavam a nosso favor e decidimos ir numa estação de ski perto de Annecy, de onde pode-se ver o Mont Blanc, mas quando subimos o teleférico e chegamos ao topo da estação vimos muitas nuvens que nos impediam de apreciar o topo dos Alpes, e que deixavam o tempo mais bonito nos pés da montanha, onde ironicamente o sol brilhava, situação oposta do que acontecia onde estávamos, mas mesmo assim a subida valeu, assim como o passeio e as companhias!


2 comentários:

  1. Amei Annecy e é uma das minhas cidades preferidas! Quero voltar na primavera, pois estive em pleno invernão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Annecy é um encanto, voltando na primavera acho que você vai ficar ainda mais maravilhada! A partir do inicio de maio o Château de Menthon, que fica nas proximidades da cidade (10km do centro), seguindo o lago em direção aos Alpes e la Clusaz, é aberto à visitação, acho que vale tentar programar a viagem pra aproveitar a oportunidade e visita-lo! Como fomos em março não pudemos entrar, mas o exterior dele é super bonito e deixa a gente com vontade de voltar!

      Excluir

QUERIDOS LEITORES

Os comentários estão provisoriamente fechados pois trabalhamos na migração do blog. Por favor, envie sua pergunta para contato@destinoprovence.com

Agradeço a compreensão.

Natalia Itabayana

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.