Como se vestir no inverno na Provença

postado em: Quatro Estações | 2
A pergunta mais frequente para quem pretende viajar durante os meses de frio europeu é como se vestir no inverno na Provença? Dia desses li uma frase que me parece apropriada pro inverno: não existe frio, mas roupa inadequada. Posso dizer que já verifiquei os dizeres e depois de algumas dicas de colegas consegui encontrar os itens indispenáveis pra garantir o conforto e não sucumbir ao frio do inverno europeu. Sejamos francos, frio é bem ameno aqui na Provença comparado com outros pontos da França e Europa. Mas vale lembrar que temos um fator climático que não pode ser negligenciado : o vento mistral, que gela os ossos quando sopra, e derruba a sensação térmica, que por vezes atinge valores negativos, mesmo quando o termômetro continua acima de 0°C.
 
 

Por isso, o principal item pra não passar frio durante o inverno por aqui é um bom casaco, acompanhado de proteção pras extremidades do corpo (mãos, cabeça, pés). O modelo do casaco depende muito do estilo de cada um, mas em se tratando de viagens durante o inverno, e quando frio nao é algo comum no dia a dia, acho que vale privilegiar um casaco impermeável, que pode ser usado tanto em tempos de chuva quanto em dias com vento ou neve – que é mais raro aqui em Aix-en-Provence, mas é melhor garantir proteção que seja valida pra todos os destinos onde os floquinhos sejam frequentes, como nas montanhas.
As temperaturas em Aix-en-Provence durante os meses de inverno não são extremas e costumam ficar na casa dos graus positivos, mas a sensaçao térmica pode baixar de zero. As médias pros meses de dezembro, janeiro e fevereiro ficam na casa de 0°C pra temperatura mínima, e as máximas chegam aos 12°C. O pico gelado que pegamos por aqui foi num dia de mistral muito forte, com rajadas por volta dos 150km/h, o termômetro do carro marcava -16°C, mas essa não é a regra, e sim um evento isolado – e congelado na memória.

Proteja as extremidades do corpo

De manhã e de noite, justamente quando não tem sol, é quando faz mais frio, e é comum encontrarmos o orvalho congelado nas plantas e nos vidros dos carros – garanto que é pouco divertido raspar gelo do carro quando faz -5°C e o sol ainda nem brilhou. Luvas, gorros e cachecóis sao itens indispensáveis no dia a dia, e pra quem sente muito frio nos pés, como é o meu caso, palmilhas de lã são excelentes pra manter os pés quentes sem precisarmos calçar meias grossas, que acabam por limitar muito os movimentos dos dedos. O importante é que os pés estejam confortáveis nos sapatos, e não apertados. Eu costumava usar meias de esqui, mas os pés continuavam frios, e foi aí que uma colega – que é da montanha – me falou sobre as palmilhas de lã. Elas mudaram minha vida, e deixam meus pés bem quentinhos, inclusive quando uso tênis, seja pra corrida que tem ventilação, seja o bom e velho All Star.
 
Fevereiro de 2012

Como se vestir no inverno na Provença

O ideal pra enfrentar o inverno é ter um casaco bom, uma blusa de lã e apenas uma camiseta ou camisa por baixo, de preferência de tecido tecnólogico que retém o calor do corpo. Como frequentamos lugares com aquecimento, usar muitas camadas só faz a gente ter mais peças de roupa pra tirar quando entra, e vestir quando vai sair, sem falar no volume desnecessário que acaba-se por transportar na bagagem. As doudounes são casacos impermeáveis e bem quentes, mas bem quentes mesmo, dá pra usar um vestido com uma malha simples por baixo; e meias-calças quentes, tipo térmicas. Pra quem sente muito frio nas pernas é melhor optar pelos modelos longos de casaco, e quem suporta bem o frio nas pernas ou opta por usar uma segunda pele pode optar pelo modelo curto. O importante é proteger bem peito e costas, mas ter as extremidades quentes porque é por elas que perdemos mais calor, e mãos no bolso pra ficarem bem quentinhos.

Outra peça coringa na mala de inverno é um colete, que pode ser impermeável e forrado, como a doudoune, ou ainda em polar, como se encontra em lojas de esporte. Por ser menos volumoso, é uma boa opção para viagens em temperaturas mais brandas, durante a meia estação ou ainda, para quem é pouco friorento.

 

Proteção para partes expostas do corpo

Além das roupas, os cremes e protetores labiais são importantes não só pra hidratar, mas pra formar uma camada de óleo na pele que ajuda a nos manter quentinhos. Tenha sempre em mãos protetor labial e creme pro rosto e mãos próprios pro inverno, é só dar um pulo na primeira farmácia no caminho e encontra-se os produtos com muita facilidade. No mais, um bom vinho quente ou um crepe bem quentinho ajudam também!

 
 

2 Responses

  1. Milena F.

    Gosto muito das palmilhas de lã (ou de couro mesmo), o importante é ter uma outra barreira entre o calçado e os pés, ainda mais para quem estah turistando e passa muito tempo na rua e em pé. Como você disse, cachecol e gorro são fundamentais! Andei doente ha duas semanas e tenho certeza que foi pq não estava usando gorro. O frio entrava pelas orelhas enquanto eu esperava meu trem para voltar para casa. Agora não saio sem e é um outro conforto, outra sensação essa de estar com as orelhas quentinhas!

  2. Natalia Itabayana

    Vou confessar que tenho um tico de dificuldade em usar gorro, uso uma bandana quando corro pra proteger as orelhas porque praticamente todo ano tenho uma otite (nessa idade!), mas cachecol, luvas e as palmilhas de lã são indispensaveis pra mim! Vou tricotar umas bandanas pra esse fim de inverno e espero usar mais no proximo!

Deixe uma resposta